Mary Lyrio


marydauto@yahoo.com.br
marydtlyrio@gmail.com

COMO APLICAR A SOMBRA NOS DIFERENTES TIPOS DE OLHOS

21/12/2015 22:20

 

1 - PÁLPEBRA FIXA

2 - PÁLPEBRA MÓVEL

3 - CÔNCAVO

4 - CANTO INTERNO DA PÁLPEBRA MÓVEL

5 - LINHA DO CÍLIO SUPERIOR

6 - CANTO INTERNO DO OLHO

7 - LINHA DO CÍLIO INFERIOR

8 - CANTO EXTERNO DAS PÁLPEBRAS FIXA E MÓVEL.

Antes de aplicar a sombra você deve usar um primer ou o lápis jumbo da Nyx. 

O primer tem como finalidades: facilitar a aplicação do produto, proporcionando melhor fixação e aumentando a durabilidade. 

O lápis jumbo possui as mesma funções do primer e ainda intensifica a cor do produto. Na minha experiência, o lápis jumbo proporciona maior durabilidade do produto em relação ao primer. 

Para quem tem o olho em formato encapsulado como o meu, no qual a pálpebra fixa cobre toda a pálpebra móvel, formando um “capuz” (daí o nome), eu aconselho usar o lápis jumbo, pois fixa melhor a sombra. É também necessário escolher uma sombra de excelente qualidade, pois quando o olho está aberto as pálpebras podem se atritar borrando o produto.

No caso de sombra em pó, se você não possui muita habilidade para aplicar, eu aconselho usá-la antes de passar o corretivo, pois se errar ou o pó escorrer além da pálpebra, poderá ser removida sem comprometer a maquiagem. 

Mas, se tiver experiência, você pode aplicá-la no final da maquiagem. E para garantir que não ocorra nenhum problema aplique uma quantidade razoável de pó translúcido por cima do corretivo, pois se a sombra escorrer vai cair em cima do pó. E no final é só remover o pó com o pincel leque ou um pincel bem fofo. Contudo, remova todo o excesso do pó para não comprometer a iluminação dessa área, sobretudo se você for fazer fotografia com flash.

Aplique com pincel apropriado ou com os dedos. No caso de pó solto ou glitter umedeça um pouco o pincel ou o dedo. 

Existem várias técnicas na aplicação da sombra: iluminar os cantos e a área abaixo das sobrancelhas, usar sombras mais escuras nos cantos externos, realçar o côncavo, puxar olho de “gatinho” no lado externo, usar sombra clara para realçar, sombra escura para criar profundidade e muitas outras. Entretanto cada pessoa possui características especificas de olhos. Então, cada uma dessas técnicas se adequa melhor em determinados tipos de olhos. Aqui eu vou explicar sobre os formatos de olhos que se beneficiam com técnicas específicas. Para saber quais as características dos seus olhos, click no link: OLHOS: FORMATOS E SUAS CARACTERÍSTICAS

OLHOS ENCAPSULADOS OU ENCAPUZADOS

A -

B -

C -

O objetivo nesse formato de olho é dar a impressão que a pálpebra fixa é menos cheia, criando um efeito de profundidade. Nesse tipo de olho, não se deve marcar o côncavo para não salientar o efeito capuz. Faça sempre o contraste de uma sombra clara com uma mais escura. Na pálpebra fixa, sempre dê preferência às sombras mais escuras e na pálpebra móvel às sombras mais claras.

A - Em toda pálpebra móvel, apliquei a sombra de tonalidade média (amarela). No canto interno da pálpebra fixa, apliquei a sombra de tonalidade mais clara (salmon) de forma diagonal. No restante da pálpebra fixa, apliquei a sombra de tonalidade mais escura (laranja), esfumaçando onde as sombras se encontram, puxando-a até o canto externo da sobrancelha.

B - Do canto externo do osso abaixo da sobrancelha até o canto interno do olho, apliquei a sombra mais clara (verde água), formando uma linha côncava ou meia lua. Do canto interno da pálpebra móvél, subindo para a pálpebra fixa, acompanhando todo o contorno da meia lua, apliquei a sombra média (verde). Depois desci essa sombra em linha diagonal até um pouco antes do meio da pálpebra móvel. Por fim, apliquei a sombra mais escura (vermelha) até o canto externo do olho, subindo para encontrar as outras sombra, Em todos os ponto que as sombras se encontraram, eu fiz um leve esfumaçado.

C - No canto interno da pálpebra fixa até o canto interno dos olhos, eu apliquei a sombra iluminadora (bege) de forma diagonal. Em toda pálpebra móvel e fixa, até o canto externo da sobrancelha, apliquei a sombra clara (amarela). Um pouco antes do meio da pálpabra móvel, subindo de forma diagonal para a pálpebra fixa, sobrepus a sombra escura(preta) puxando-a  até a extremidade da sobrancelha, ligando-a com o canto externo do olho.

OLHOS SALIENTES

A-

B-

C -

São olhos projetados para fora. Esses tipos de olhos nos permitem brincar com as cores, pois a pálpebra móvel é bem grande. Mas, se o objetivo for criar profundidade para os olhos, o ideal é usar sombras escuras. Assim, escureça todo o côncavo dos olhos esfumaçando um pouco para deixar mais marcado, isso dará mais profundidade. Contorne os cílios inferiores com lápis preto ou sombra escura, pois ajudará a criar o efeito de profundidade.

A - Eu usei duas cores de sombras com tonalidades fortes (fuchsia e marinho) e uma tonalidade mais clara (amarelo) e uma sombra iluminadora (bege). No canto interno da pálpebra fixa e no final do osso abaixo da sobrancelha, apliquei a sombra iluminadora. Na linha dos cílios superiores, apliquei a sombra fuchsia, puxando-a até um pouco além da extremidade do olho, fazendo um pequeno traço em direção à extremidade da sobrancelha. Depois apliquei a sombra azul seguindo o contorno da anterior. Por fim, apliquei a última sombra no restante da pálpebra móvel e em toda pálpebra fixa até a extremidade da sobrancelha. Na linha dos cílios inferiores, eu apliquei a mesma sombra usada em toda pálpebra móvel.

B- Apliquei uma sombra clara (cinza) no canto interno da pálpebra móvel e na linha externa do osso abaixo da sobrancelha. Depois apliquei a sombra escura (preta) em toda pálpebra móvel e na pálpebra fixa (exceto no canto interno), puxando para fora e por baixo do osso abaixo da sobrancelha até a extremidade da mesma.

C - Apliquei uma sombra clara no canto interno da pálpebra móvel, puxando-a em diagonal para cima até o meio do osso abaixo da sobrancelha. Depois apliquei a sombra mais escura nas duas pálpebras puxando-a para a extremidade da sobrancelha.

OLHOS PROFUNDOS

A - 

B - 

C - 

O objetivo nesse caso é diminuir a profundidade dos olhos.

A principal dica é iluminar o olhar sem marcar muito o côncavo, pois essa região já é bastante evidente nesse tipo de olho. Use uma sombra iluminadora nos cantos internos e no osso abaixo das sobrancelhas. Cubra toda pálpebra móvel e fixa com sombras de cores claras. No canto externo, use uma sombra um tom um pouco mais escuro, e levemente marque a metade do côncavo com essa mesma sombra. 

Outra técnica é cobrir toda pálpebra móvel com uma sombra clara e a pálpebra fixa com um tom um pouco mais claro. 

Para abrir um pouco mais os olhos, passe na região dos cílios inferiores a mesma cor de sombra aplicada nas pálpebras.

Evite sombras de tons muito escuros ou preta, pois aumentam ainda mais a profundidade dos olhos.

A - Em todo osso abaixo da sobrancelha, apliquei a sombra iluminadora (bege). Em toda pálpebra móvel e fixa até a extremidade da sobrancelha, apliquei a sombra mais clara (amarela). No meio da linha do côncavo, esfumacei a sombra mais escura (laranja), puxando-a para baixo até a extremidade da pálpebra móvel, sobrepondo a sombra mais clara. Depois puxei a sombra escura (laranja) em direção à extremidade da sobrancelha, formando um desenho semelhante ao olho gatinho mais ampliado. Na linha dos cílios inferiores, apliquei a sombra mais clara.

B - Em toda pálpebra móvel, puxando um pouco para fora em diração à extremidade da sobrancelha, apliquei a sombra escura. No canto interno da pálpebra fixa até um pouco acima da metade horizonttal da mesma, apliquei a sombra escura contornando de forma arredondada até encontrar com a outra ponta da sombra. Na parte superior da pálpebra fixa, contornando todo osso abaixo da sobrancelha até a parte externa, apliquei a sombra mais clara. Na linha dos cílios inferiores apliquei, a sombra mais escura.

C - A aplicação foi igual ao da figura "B", a difereça está nas cores e nos cílios inferiores que é aplicadas as duas sombras.

OLHOS SEPARADOS

A - 

B -

C- 

O objetivo é criar a ilusão de que os olhos são mais próximos. O segredo está em usar uma sombra escura nos cantos internos e uma mais clara nos cantos externos

Se usar uma sombra escura nos cantos externos, não ultrapasse os limites da pálpebra. Evite fazer o olho de “gatinho”, pois dará impressão de olhos mais afastados.

Se fizer o esfumaçado do côncavo, ele deve ser mais escuro na região próxima aos cantos internos.

A - Apliquei uma sombra escura (marrom) no canto interno da pálpebra móvel e na parte interna da pálpebra fixa. Puxei essa sombra sempre na altura da linha do côncavo até um pouco além do meio da pálpebra móvel e finalizei em forma diagonal. Depois apliquei uma sombra clara (terra) esfumaçando onde as duas sombras se encontram e puxando-a até o canto externo da pálpebra móvel, sem puxar para fora. Na linha dos cílios inferiores, apliquei a mesma sombra clara.

B - Apliquei uma sombra mais escura em toda pálpebra móvel (vermelha) e sobrepus uma mais clara (ameixa clara) no canto externo da pálpebra móvel, puxando-a para dentro e para a pálpebra fixa. Esfumacei sobre a linha do côncavo. Na linha dos cílios inferiores, eu apliquei um lápis preto sem esfumaçar, pois o preto já diminui o olho. Se eu esfumaçasse, aumentaria a área pintada de preto e o olho dimunuiria demasiadamente.

c - Na linha dos cílios superiores, de fora para dentro, eu apliquei a sombra mais escura (lilás), levantando-a a partir de um pouco além do meio dos cílios superiores de forma diagonal, em direção ao canto interno da pálpebra móvel. Depois, apliquei a sombra mais clara (rosa) no restante da pálpebra móvel, puxando-a para fora.

OLHOS JUNTOS

A - 

B - 

C - 

O processo é o oposto ao dos olhos separados. Aqui o truque é iluminar os cantos internos. Você pode usar uma sombra clara no canto interno e uma sombra mais escura nos cantos externos. Se desejar pode fazer o olho “gatinho”.

Se fizer o esfumaçado do côncavo, ele deve ser mais escuro na região próxima aos cantos externos.

A - Apliquei a sombra mais clara (salmon) em toda metade horizontal da pálpebra móvel e puxei para fora, em direção à extremidade da sobrancelha. No resto da pálpebra móvel, eu apliquei a sombra mais escura (laranja) e puxei até encontrar o final da outra sombra. Na linha dos cílios inferiores, eu apliquei a sombra mais clara no canto interno e a sombra mais escura no restante da linha.

B - Apliquei três sombras claras (azul, amarelo e rosa). Na pálpebra móvel (azul e amarelo), eu fiz o mesmo processo da  figura  "A", e a terceira sombra, apliquei no meio da linha do côncavo e puxei para cima em direção à extremidade da sobrancelha, juntando com o final das outras. 

C - Primeiro, fiz um pequeno olho "gatinho". Depois apliquei duas sombras claras (azul e rosa) e uma sombra um pouco mais escura (marinho). O processo foi muito semelhante aos anteriores. Só que na pálpebra móvel, ao invés de usar duas tonalidades de sombras, eu apliquei as três tonalidades. Na linha dos cílios inferiores, eu apliquei a sombra mais clara.

OLHOS ASIÁTICO

A -

B -

C- 

Nesse caso, a superfície da pálpebra é plana e não costuma ter vincos ou dobras. Por isso, o objetivo é criar ilusão de côncavo definido e olhos maiores. E o truque para isso é brincar com luz e sombra. Ilumine os cantos dos olhos com sombra branca e aplique lápis branco na linha d´água dos cílios inferiores. 

Use sombras claras para aumentar mais os olhos. Para criar a ilusão de côncavo, marque o local onde seria a linha com um tom mais escuro da mesma sombra, esfumaçando de fora para dentro até o meio. Aplique a mesma sombra usada na pálpebra na linha dos cílios inferiores, vai abrir mais os olhos.

A - Apliquei a sombra de tonalidade média (amarela) do meio da linha dos cílios superiores subindo de forma inclinada e puxando para fora em diração à extremidade da sobrancelha. Depois apliquei a sombra mais escura (laranja) na continuidade da linha dos cílios superiores até um pouco antes do canto interno da pálpebra móvel. Depois puxei essa sombra de forma inclinada até a parte externa, em direção à extremidade da sobrancelha, juntando-a com a sombra anterior. Por fim, levei a sombra mais clara do canto interno do olho até ela encontrar-se com as outras, na extremidade da sobrancelha. Contornei com a sombra média (amarela) o canto interno dos cílios superiores, contornando o canto interno do olho até a metade da linha dos cílios inferiores. No restante da linha, usei a sombra mais escura.

B - A técnica foi a mesma utilizada na figura "C" do olho junto.

C - A técnica nas pálpebras foi semelhante à figura "A". E na linha dos cílios inferiores, apliquei apenas uma sombra.

 

ESCOLHA DA COR

O olho é o melhor espaço do rosto para usar cores. Pode-se usar uma, duas ou três, mais do que isso pode ficar exagerado. Entretanto é necessário saber combinar as cores de forma harmônica e a melhor maneira para entender como combinar as cores é através do círculo cromático. Para saber todas as combinações click aqui: COR E MAKEUP

Evite combinar a cor da sombra com a cor dos olhos, pois a cor da íris ficará apagada. Veja alguns exemplos:

- OLHOS VERDES:

COMBINAÇÕES INADEQUADAS

COMBINAÇÕES ADEQUADAS

 

 

- OLHOS AZUIS:

COMBINAÇÕES INADEQUADAS

COMBINAÇÕES ADEQUADAS

TEXTIO RELACIONADOS: