Mary Lyrio


marydauto@yahoo.com.br
marydtlyrio@gmail.com

HISTÓRIA DA MAQUIAGEM DÉCADA DE 10

30/08/2015 14:00

                                                                                  

                                           

    As primeiras inovações reais no desenvolvimento de cosméticos de beleza para as mulheres modernas surgiram na década de 1910, durante e após a Primeira Guerra Mundial.

    A primeira mascara comercial de cílios foi criada em 1913 por Tom Lyle Williams que fez uma homenagem a sua irmã Maybel, dando o nome de Maybelline.

    Em 1914, Max Factor introduziu o pancake maquiagem juntamente com as primeiras sombras comerciais de olho à base de extratos de henna.

    O batom foi inventado em 1915 por Maurice Levy.

    Em 1917, Maybelline melhorou a formula da máscara de cílios, passando a ser uma massa compacta que era aplicada com um pincel úmido.

    Max Factor, Helena Rubinstein, Elizabeth Arden e Coty começaram a produzir os seus próprios batons incorporando suas próprias receitas e cores secretas. Mas foi em 1920 que o real sucesso comercial desses cosméticos começou a decolar em todo o mundo.

    Olhos eram escurecidos com sobras pretas ou marrom cobrindo as pálpebras. os lábios eram escuros e desenhados, sobrancelhas foram desenhadas e blush era aplicado em quase todo o rosto.

    As cores de sombras de olhos que eram populares na época incluíam cinza, verde, marrom e preto.

    Max Factor, que abriu seu salão em Los Angeles em 1909, já estava fazendo seu nome com seu trabalho no estúdio de Hollywood. Ele ajudou a criar vários looks de maquiagem do cinema e entre eles o da atriz Theda Bara, na primeira versão de Cleópatra em 1917. Outro ícone de hollywood nesta época foi  Lillian Gish. Os olhos estavam fortemente marcados, as pálpebras bem pintadas e com o delineado puxando para fora. Este estilo de maquiagem nos olhos ficou conhecido como olhar Vamp Hollywood. Nos lábios, o batom foi aplicado no centro, esquecendo os cantos e realçando o “arco do cupido”.

         SALÃO MAX FACTOR

  Theda Bara                                Lillian Gish

    O impacto desses filmes sobre as mulheres foi considerável. Nesta época, sai de cena a Garota Gilbson  e começa a surgir as primeiras Garotas Flappers, ou Melindrosas como eram conhecidas no Brasil. Era uma geração de mulheres do pós guerra que abandonaram o espartilho, começaram a usar saias 4 dedos acima do tornozelo e a cortar os cabelos. O Ballet Russes, fenômeno em Londres em 1912, influenciou também a maquiagem da época.

    Nesta década, o estilo de maquiagem teve duas fases, a fase durante a guerra e a fase pós guerra.

 

CARACTERÍSTICAS DA MAQUIAGEM DURANTE A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL

    Base - era usada dois tons mais claro que a pele.

    Pó de arroz - era utilizado para dar o acabamento pérola.

    Bochechas – o rouge, como era conhecido o blush na época, era de cor rosa e aplicado em grande quantidade de forma triangular nas bochechas.

    Labios – o rouge era aplicado contornando os lábios. As cores mais usadas eram o vermelho e o cereja

    Sombra – as pálpebras eram pintadas de marrom ou verde, e os olhos levemente delineados.

    Cílios – a primeira versão da mascara da Maybelline não era muito bem aceita. Os cílios eram bem penteados.

    Sobrancelhas – bem marcadas.

 

CARACTERÍSTICAS DA MAQUIAGEM APÓS A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL

    Neste período as mulheres começaram a copiar o estilo de maquiagem das estrelas de Hollywood.

    Base – ainda era usada dois tons mais claro que a pele.

    Pó de arroz – ainda era utilizado para dar o acabamento pérola.

    Bochechas – o rouge continua sendo rosa, só que agora ele descia um pouco mais no rosto.

    Labios – o batom já tinha sido inventado e era aplicado no centro da boca, formando o “arco do cupido”. Entretanto essa característica vai ser mais acentuada na década de 20. As cores mais usadas continuavam sendo o vermelho e o cereja.

    Sobrancelhas – eram bem marcadas.

    Sombra – a cor era preta ou marrom escuro e os olhos eram bem marcados e levemente puxados no canto externo, já iniciando um pouco o estilo vamp de hollywood que vai ter seu ápice na década de 20.

    Cílios – mascara era a grande novidade e nenhuma mulher poderia resistir em melhorar seus cílios.

 

TEXTO RELACIONADOS :

HISTÓRIA DA MAQUIAGEM DÉCADA DE 70

VINTAGE MAKEUP SÉCULO XX - PARTE II, ANOS 40, 50 e 60

VINTAGE MAKEUP - HISTÓRIA DA MAQUIAGEM DO EGITO À DÉCADA DE 30 - PARTE I