Mary Lyrio


marydauto@yahoo.com.br
marydtlyrio@gmail.com

MICROPIGMENTAÇÃO OU MAQUIAGEM SEMI-PERMANENTE

29/06/2015 02:39
MICROPIGMENTAÇÃO  
OU  
MAQUIAGEM SEMI-PERMANENTE

                                                        

    Para facilitar a compreensão do que é maquiagem semi-permanente ou micropigmentação, é útil iniciar esclarecerendo as diferenças entre algumas formas de pigmentar a pele (dermopigmentação). Isso é especialmente relevante, pois muitas pessoas confundem tatuagem com maquiagem semi-permenente, ou maquiagem semi-permanente com maquiagem permanente.

    Pigmentar = colorir

    Dermopigmentação = pigmentar a pele

 
TATUAGEM

    

    Pigmentação intra-derme. Caráter permanente.

    Existem relatos da arte da tatuagem que datam de 4.000 a 2.000 anos A.C., por egípcios e por nativos – maori – da Nova Zelândia que se tatuavam em atos religiosos.

    Na idade média, a Igreja Católica chegou a banir a tatuagem, considerando-a uma prática demoníaca.

    Antes da criação da primeira máquina de tatuagem, em 1891, uma das formas mais comuns era utilizar osso fino como aplicador e tintas derivadas de várias fontes.

    Na atualidade, o aparelho de tatuagem alcança e deposita os pigmentos na camada da pele chamada “derme”. A derme é quem sustenta a epiderme e nela quase não há renovação celular, por isso o pigmento não sai com o passar do tempo.

 
PINTURA CORPORAL

    

    Pigmentação sobre a epiderme. Transitória à semi-permanente.

    É a arte de colorir grande parte do corpo utilizando tinta sobre a epiderme.

    Muito utilizada por povos indígenas, hindus e africanos, como forma de expressão e como parte dos seus rituais sagrados.

    Nos dias atuais, essa técnica é bastante empregada como expressão artística e, no campo prático, compõe uma das técnicas militares para a camuflagem.

 
MAQUIAGEM

    

    Pigmentação sobre a epiderme. Transitória.

    A maquiagem também se utiliza das cores sobre a pele para atingir o seu principal objetivo: realçar as características associados ao belo e disfarçar aquelas associadas ao feio, principalmente na face. Assim, como a tatuagem, é uma arte muito antiga que vem desde o Egito passando por várias civilizações até os dias atuais.

 

DIFERENÇA ENTRE MAQUIAGEM PERMENTE E MAQUIAGEM SEMI-PERMANENTE ou MICROPIGMENTAÇÃO.

    

    

       

    Entre as décadas de 70 e 80, começa a surgir a maquiagem permanente, principalmente nas sobrancelhas, que nada mais é do que a técnica de aplicação da tatuagem (na derme) orientada pelos resultados estéticos buscados pela maquiagem facial. Assim, por exemplo, tatuava-se a sobrancelha para substituir o lápis de delinear, com um resultado permanente.

    Contudo, mesmo sendo uma pintura permanente (na derme), com o passar do tempo, muito se reclamava que os pigmentos sofriam variação da coloração. Além disso, outros problemas ou medos que a técnica provoca concorreram para limitar o seu uso.

    De olho nas mulheres que, apesar dos problemas, viam na maquiagem permanente praticidade e ganho de tempo, a indústria investiu em pesquisas para aprimorar os equipamentos (menos invasivos) e criar pigmentos adequados para serem depositados na pele, que durassem por um médio prazo e não sofressem alteração na coloração.

    No início dos anos 90, a empresa da Califórnia Mei-Cha desenvolveu uma nova formulação de pigmentos com partículas moídas para melhorar a dispersão da mistura de corante e proporcionar uma melhor distribuição do pigmento na pele. Esses pigmentos têm uma durabilidade de 3 a 5 anos, podendo ser retocado nesse período. Para promover os novos pigmentos no mercado a empresa Mei-Cha denominou os novos pigmentos de micro-pigmentos daí o nome de micropigmentação.

    
 

    Com esses novos pigmento surgiu a necessidade de capacitar profissionais, tanto com relação a técnica de aplicar os novos pigmentos como também no conhecimento da maquiagem.

    Contudo, como o termo maquiagem permanente já estava bastante difundido, esses novos profissionais continuaram de uma forma equivocada usando esse mesmo termo. Na Europa, nos últimos anos, vem ocorrendo uma campanha para a mudança do termo para maquiagem semi-permanente ou micropigmentação.

    O aparelho usado na micropigmentação é o dermógrafo ou dermography, que tem uma rotação menor que o aparelho de tatuagem. Além disso, o pigmento só atinge a camada mais superficial da pele, a epiderme. A epiderme tem mais ou menos 2 mm de espessura e por ser uma região que sofre constantes descamações e renovações celulares, acaba fazendo com que o pigmento aplicado na  micropigmentação vá sumindo com o passar do tempo.

    

TIPOS DE MAQUIAGEM SEMI-PERMANENTE OU MOCROPIGMENTAÇÃO

    A Micropigmentação pode ser feita nas sobrancelhas, nos lábios, nos olhos ou para camuflar cicatriz, queimaduras e vitiligo. É também uma alternativa para aqueles que sofrem de alergias por cosméticos.

 
LIP MICROPIGMENTAÇÃO
    

    Deixar os lábios simétricos, aumentar o contorno e o volume são objetivos de mulheres de todas as idades. Igualmente, as mulheres mais maduras, com o passar dos anos, sofrem com o afinamento dos lábios ou descoloração, de modo que a lip micropigmentação permitirá reavivar a cor dos lábios e redefinir o contorno. A perda do volume e da coloração não é algo exclusivo das mulheres, os homens também podem sofrer essas alterações sendo também indicado este procedimento. Além disso, a lip micropigmentação  também pode ser feita para camuflar queimaduras ou cicatrizes labiais.

 
EYE MICROPIGMENTAÇÃO
    
 

    Realçar o contorno dos olhos, proporcionando uma aparência mais expressiva e alegre, bem como simular um maior volume de cílios são os objetivos da eye micropigmentação. A técnica mais usada é o delineamento dos olhos. Que consiste em criar uma linha rente aos cílios superiores e inferiores, imitando o lápis delineador. Normalmente são usadas as cores pretas e marrons.  

 
EYEBROWS MICROPIGMENTAÇÃO

    

    A sobrancelha é muito importante na moldura do rosto. Elas podem expressar sentimentos como raiva, alegria, tristeza e outros. Existem várias tendências de sobrancelhas, finas, arqueadas, grossas e alongadas,

    A micropigmentação ou maquiagem semi-permanente oferece uma ampla gama de possibilidades em modificar sua aparência, embora seja recomendado que mantenha a naturalidade: que a cor e o tom se harmonizem com a cor do cabelo, cílios e pele.

    A micropigmentação também pode ser aplicada em caso de alopecia das sobrancelhas.

 

MICROPIGMENTAÇÃO DAS AURÉOLAS

    

    Pode ser feito em três situações:

 

    1 - Reconstruções: é feito principalmente quando a auréola desapareceu por causa de uma mastectomia.

    

    2 – Minimizar Cicatrizes: para disfarçar as cicatrizes produzidas pela cirurgia mamária. Este tratamento é recomendado quando a diferença entre a cicatriz e a pele é muito grande.

    

    3 – Clareamento: escurecimento da auréola devido a tratamento ou procedimento cirúrgico.

    

MICROPIGMENTAÇÃO EM QUEIMADURAS

    

    É um tratamento muito recomendado porque oferece resultados muito satisfatórios. Tem sido aplicado por um longo tempo em hospitais por causa dos benefícios psicológicos que ela traz para os pacientes.

MICROPIGMENTAÇÃO EM VITILIGO

    Trata-se de camuflar a área, dando-lhe a mesma cor da pele saudável.

REPOVOAMENTO CAPILAR

    Permite disfarçar as áreas do couro cabeludo em que existe uma pequena calvície. Não é adequado para áreas em que a calvície é muito grande.

 

QUEM SE BENEFICIA COM A MICROPIGMENTAÇÃO OU MAQUIAGEM SEMI-PERMANENTE

    - Pessoas ocupadas, com pouco tempo para aplicar maquiagem;

    - Pessoas com alergia a maquiagem convencional;

    - Aqueles que são fisicamente incapazes de aplicar maquiagem, pessoas com doença de parkinson, pessoas com deficiência visual e todos os que desejam mais independência;

    - Atletas que durante a pratica de esporte desejam permanecer maquiados, mas a sudorese em decorrência dos exercícios não permite;

    - Pessoas com cicatrizes, pequena alopecia, queimaduras e vitiligo, que desejam minimizar esses problemas;

    - Homens e mulheres que buscam a correção de características faciais assimétricas e;

    - Artistas que buscam praticidade em decorrência da profissão.

 

CONTRA-INDICAÇÕES

    - Diabéticos dependentes de insulina;

    - Portadores de doenças associadas com uma diminuição significativa na coagulação do sangue.

    - Doenças somáticas graves.

    - Doença inflamatória aguda.

    - Predisposição para queloides.

 

COMPLICAÇÕES QUE PODEM OCORRER

    - INFECÇÕES - Equipamentos e agulhas não esterilizadas podem facilmente transmitir infecções.

    - GRANULOMAS - São nódulos que podem se formar em torno de material que o corpo percebe como estranho, como as partículas de pigmentos. 

    - QUELOIDES – Ocorrem durante o processo de cicatrização. Geralmente crescem, e apesar de benignas, não contagiosas e muitas vezes indolores, podem se tornar um grande problema estético.

    - REAÇÃO ALÉRGICA - Apesar de serem raras, reações alérgicas à tinta utilizada na maquiagem semi-permanente podem ser muito graves.

 

    Depois de conhecer o que é micropigmentação  ou maquiagem semi-permanente, avaliar as indicações, contra-indicações  e as possíveis complicações, se você desejar fazer este procedimento deve saber que o mesmo é relativamente caro. Mesmo não sendo definitivo, a sua duração é por um longo período (3 a 5 anos). O resultado final só aparece após um período de aproximadamente 30 dias da aplicação. E, em alguns casos, é doloroso mesmo com anestésicos tópicos que são usados para minimizar o desconforto

 

COMENTÁRIOS

Compra

Viviane Miranda 26/01/2017
Olá sou nova na área, gostaria de saber mais informações de piquimento. Obrigada

MICROPIGMENTAÇÃO

Lívia Mariolli 17/07/2015
Oi Mary, tem 06 meses que eu fiz uma cirurgia de redução de mamas e praticamente eu fiquei sem o bico dos seios. Tem receio de fazer outra cirurgia para consertar, por isso estou pensando em fazer micropigmentação, De todos os textos brasileiros que eu li sobre o assunto o seu é disparado o melhor. Você me ajudou muito a tomar a decisão final de fazer a micropigmmentação. Obrigada.

MICROPIGMENTAÇÃO

Paola Furtaddo 17/07/2015
Já li vários textos sobre o assunto, mas este sem dúvidas é o mais completo. Eu tinha várias dúvidas, mas depois que eu li seu texto não tenho mais. Também gostei dos demais textos do blog. Parabéns pelo aniversário de seis meses.

MICROPIGMENTAÇÃO

Pietra Santos 16/07/2015
Olá Mary, não sabia que a micropigmentação poderia ser ser utilizada para esconder problemas de pele ou como correção de cirurgia. Adorei este texto, de todos que eu li é o melhor,

Micropigmentação

Micheline Pinhais 07/07/2015
Eu tenho a maior vontade de aumentar os lábios pela técnica de micropigmentação, mas tinha muitas dúvidas sobre o assunto. Li alguns textos em inglês mas não achei muito completo. Gostei muito deste seu texto, vou ler mais sobre o assunto.

Micropigmentação

Caroline Evelyn 03/07/2015
Mary, estava procurando no google texto sobre micropigmentação, pois quero fazer nos olhos, ai eu encontro logo na primeira página o seu texto, Eu ainda não conhecia este blog, mas percebo que é um blog com muito reconhecimento.
Algumas pessoas me falavam que era uma maquiagem permanente, mas eu tinha lido, em texto internacionais, que o nome correto é semi-permanente. Gostei muito do seu texto, esclareceu algumas dúvidas que eu tinha.